Buscar

Eu fiz amigos!




Carolina entrou no carro toda alegre. Fim do primeiro dia de aula. Os olhos cintilavam de tanta felicidade. Abri a porta do carro. Eu a acomodei na cadeirinha. Cinto de segurança colocado. Ela abraçou seu bichinho. E logo no início do caminho de volta para casa, do alto dos seus três anos (recentemente completados), ela começou a me contar sobre o seu primeiro dia na escolinha. Falou que foi ao parquinho e que “comeu tudo” o lanchinho. Disse que adorou a professora.


Depois, ela me lembrou de apreciar a natureza (as árvores) na avenida. Carolina é dos detalhes. Desde bebê, ela filma as paisagens, as flores, os pássaros… E logo após um breve silêncio, Carol disparou:


- Mamãe, eu fiz amigos! Foi divertido!


O olhar dela estava faiscante. Ela fez novos amigos, pessoal. Amiguinhos da escola. Do espelho do carro, eu fitei aquele olhar sapeca e repleto de afeto. Mergulhei naquele peito cheio de alegria. E me permiti saborear essa pequena felicidade com a minha filhota. Ela está aprendendo a fazer amigos!


Quando descemos do carro, minha filhota até me ensinou como devo cumprimentar os amiguinhos: com a mão fechadinha, um soquinho e mais uma saudação: “Yeh, yeh!”. Resquícios de uma pandemia que ainda não terminou.


A gente brincou um pouquinho de esconde-esconde na garagem. Ela pediu para tirar os tênis, as meias… A cada corrida, um novo abraço. Um beijo estalado. Uma troca de olhares. Risadas e um carinho ao pé do ouvido:


- Mamãe, eu tava com saudade.


Numa segunda-feira daquelas (quando quase tudo dá errado), meu dia terminou assim: com muita doçura, abraços e esse lembrete importante da minha filhota:


- Eu fiz amigos!


A gente nem sempre pode estar fisicamente com as pessoas amigas. Muitos cafés e bons papos estão pendentes. Os abraços ainda são limitados. Mas... Eu fiz amigos. Longe ou perto, off ou on, eles são os melhores presentes que a vida pode nos dar. Não é mesmo?


É incrível poder estar e contar com os amigos. Além de ser muito divertido, é claro! A Carolina está curtindo seus primeiros momentos de diversão, empatia, parceria, união e alegria...


Minha filhinha está descobrindo o valor e os primeiros sabores da palavra AMIZADE.


0 visualização0 comentário